Um levantamento feito pela Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança) revelou que a cidade de São Paulo possui mais de 1 milhão de câmeras de segurança. O número corresponde a cerca de um equipamento para cada grupo de dez paulistanos. Aproximadamente 53% das câmeras estão concentradas no Sudeste, 22% no Sul, 12% no Centro Oeste, 9% no Nordeste e apenas 4% na Região Norte. Somente a Polícia Militar tem 272 câmeras espalhadas pelas ruas de São Paulo. A associação afirma ainda que o número total dos equipamentos deve triplicar nos próximos anos, acompanhando uma tendência mundial.

E, para atender a crescente demanda, as empresas do setor não estão poupando esforços para desenvolver soluções de segurança confiáveis, de alta performance e com bom custo-benefício, a exemplo da VAULT, empresa especializada em Blindagem Arquitetônica e Sistemas Integrados de Segurança (Controle de Acesso, CFTV e Alarme), que lançou a solução NUUO Titan NVR, com capacidade para processar uma grande quantidade de transferência de dados, aumentando o desempenho de gravação para 64 câmaras de 2 Megapixel.

Com o Titan NVR, o usuário pode selecionar o perfil de menor largura de banda para visualização remota, eliminando o engarrafamento de fluxo de rede sem afetar os vídeos gravados. Além disso, ele consegue sincronizar contas de usuários e eventos críticos em 100 servidores, 400 canais de visualização ao vivo e 100 canais de reprodução simultânea, com poder de gravar e monitorar um grande número de câmeras Megapixel. Outro lançamento foi o novo Servidor Tríbrido (a evolução do Híbrido), capaz de gerenciar câmeras analógicas, câmeras IP e as novas câmeras analógicas de alta resolução (SDI), tudo em um único equipamento e sistema.

“Nossas soluções de videovigilância atendem necessidades de monitoramento, patrulhamento e análise com funcionalidades que captam movimentação geral, objeto perdido, oclusão de câmera, objeto estranho, perda de foco e perda de sinal. Os sistemas possuem também filtro específico de busca inteligente que economiza tempo e agiliza a operação, selecionando eventos suspeitos, registrados durante horas de gravação. Outra vantagem é a capacidade de mostrar a exata localização e o status de todos os dispositivos no sistema, além de proporcionar a pré-visualização de vídeo das câmeras, permitindo que o usuário responda prontamente aos eventos. De fato, estas são as soluções ideais para atender à demanda crescente pelos investimentos em videovigilância”, afirma Natan Cuglovici, diretor da VAULT.

Fonte: Revista Digital Security