O mercado de segurança eletrônica é um dos que vem crescendo significativamente com o aumento da violência e o acesso facilitado à tecnologia.

“Para 2014, o setor espera um crescimento de 16%, fechando o ano com um faturamento de R$ 1,38 bilhão. O fato é que, no Brasil, com o aumento do poder aquisitivo, houve um crescimento no poder de consumo e, consequentemente, nos projetos de segurança”, explica Gustavo Rizzo, diretor executivo da VAULT, empresa que oferece soluções em segurança, com sede em São Paulo (SP).

Segundo ele, entre outros segmentos, o varejo é um dos fortes investidores desse mercado. Rizzo também destaca alguns equipamentos que passaram a ser mais procurados, como as plataformas integradas de segurança (Acesso, Alarme e CFTV) e os periféricos dos sistemas de controle de acesso (fechaduras eletromagnéticas e leitoras biométricas).

Fonte: Revista Móveis de Valor